X

Notícias

Inter mira “algo maior” com chance de ser líder após um turno, mas freia euforia

Esportes, Nacional
-
24/08/2017 10:19

Colorado evita entusiasmo e se blinda para reduzir efeitos de um eventual tropeço contra o Paysandu; após empate do América-MG, equipe precisa de vitória para liderar Série B

Série de vitórias deu tranquiliadade, mas colorados não querem relaxar (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter)
Legenda da foto

O Inter trabalha em um clima de tranquilidade, com mais uma semana livre para treinamentos até o duelo de sexta-feira, às 21h30, contra o Paysandu, no Beira-Rio. Mas já colhe frutos da 22ª rodada da Série B antes mesmo de entrar em campo, graças a um tropeço do América-MG dentro de casa, contra o Criciúma, na última terça-feira. O empate sem gols em solo mineiro dá ao Colorado a chance de coroar a boa fase da temporada com a possibilidade de alcançar “algo maior” ao reassumir a liderança pela primeira vez desde a longínqua estreia na competição.

A ponta da tabela, claro, serve de fator de motivação a mais ao grupo colorado para a partida. Atual vice-líder, a equipe soma 39 pontos e tem dois a menos que o Coelho, com um jogo a mais. Mas a necessidade de um triunfo, em meio à série atual de cinco consecutivos, também desperta alguns cuidados especiais para evitar que um eventual tropeço dentro de casa surta efeitos negativos para a sequência do segundo turno da Série B.

E quem alerta para manter a mobilização com ou sem a liderança é o próprio técnico Guto Ferreira, em entrevista ao GloboEsporte.com. Prestes a completar um turno exato no comando do Inter, o treinador valoriza a chance de chancelar a marca com a tomada do primeiro lugar. Mas deixa bastante evidente: o posto só vale algo se o Colorado se mantiver ao menos no G-4 e fechar o ano, em novembro, com o sonhado retorno à elite nacional.

– Mas mais importante que tudo isso, de nada vai adiantar se em novembro não acontecer o objetivo principal. Nós trabalhamos por novembro. Estar nesse momento na liderança é bom, mas não é mais o importante. O mais importante é estar na última rodada entre os quatro. Se puder ser com título, melhor. Mas o objetivo é o acesso – afirma Guto.

Com a liderança como objetivo palpável, o elenco colorado evita projeções mais longas na Série B e se atém a estratégia de pensar a competição “jogo a jogo” para replicar a postura dos últimos jogos diante do Paysandu. Até porque a sequência atual de cinco vitórias seguidas traz consigo uma série de marcas positivas como inspiração para alcançar a ponta. E não apenas pela ascensão “a jato” na tabela, com o salto da sexta colocação à vice-liderança em um mês e a margem de cinco pontos ao quarto colocado.

O Inter convive com seu período mais longo dentro do G-4: são cinco rodadas seguidas, com garantia de permanência por ao menos mais duas, dada a vantagem aos rivais. Na série de vitórias, o Colorado anotou 13 gols e sofreu apenas um e encontrou o equilíbrio para ser dono da melhor defesa, com 14 tentos sofridos, e do segundo ataque mais efetivo da competição, com 31 gols anotados. O retrospecto faz a equipe ter a melhor campanha da Série B nas últimas 10 partidas.

De quebra, o Inter pode alcançar a sexta vitória seguida pela primeira vez desde 2014. A boa fase reverbera na consolidação da equipe, a ser repetida por Guto Ferreira pela quarta vez consecutiva na temporada.

– É um resultado que foi bom para a gente (empate do América-MG). Mas a gente tem que continuar fazendo nosso trabalho, fazendo o que nós começamos a fazer dos cinco jogos para cá. O resultado nos ajudou. E com uma vitória nos coloca na liderança. O pensamento é de vencer o próximo jogo e o próximo. Nosso principal objetivo é o acesso. Vamos em busca da liderança. É algo maior, algo grande que temos no campeonato. A liderança vai vir com a vitória. Não podemos relaxar. E se não ganharmos o jogo é ter calma. Tem campeonato pela frente. O primeiro lugar vai ser importante no final do campeonato, com o acesso, que é inevitável – afirma Danilo Fernandes.

De olho na ponta da Série B, o Inter retoma os treinamentos na tarde desta quinta-feira, no CT do Parque Gigante. Atual vice-líder, o Colorado volta a campo na próxima sexta-feira, às 21h30, quando enfrenta o Paysandu, no Beira-Rio, pela 22ª rodada da Série B. A equipe precisa de uma vitória para assumir a liderança isolada da competição.

GE