X

Notícias

Jô diz que previu dificuldade do Corinthians no 2º turno e defende Kazim: “Lutou”

Esportes, Nacional
-
29/08/2017 10:45

Atacante afirma que o Timão terá mesmo mais dificuldades na segunda parte do Brasileirão, onde o aproveitamento é de só 33% após três rodadas

Jô deu entrevista coletiva no Corinthians (Foto: Bruno Cassucci)
Legenda da foto

Dono da melhor campanha do primeiro turno com 47 pontos, o Corinthians vive seu momento de maior oscilação no Brasileirão, tendo somado três pontos nos últimos nove disputados – derrotas para Vitória e Atlético-GO, em casa, e vitória contra a Chapecoense, fora.

Ausente na derrota por 1 a 0 contra o time goiano, no último sábado, Jô disse que já havia feito a previsão de que a equipe não encontraria a mesma facilidade dos primeiros 19 jogos do campeonato. A diferença para o Grêmio ainda é de dez pontos, mas o Tricolor gaúcho tem um jogo a menos na tabela – recebe o Sport, no dia 2 de setembro.

– Sempre falei: fizemos um primeiro turno excelente e era natural que as equipes no seguno turno fossem dificultar, avisei antes, falei que seria tudo mais difícil. As equipes vêm fechadas, a gente teve chances de gol, mas futebol é bom por isso. Nem sempre os times da frente vão ganhar – destacou ele.

Queridinho da torcida pelos 19 gols no ano, Jô foi substituído pelo gringo Kazim no jogo do último sábado. Com um desempenho bastante abaixo do esperavo, o inglês naturalizado turco deixou o estádio chateado com a sua própria atenção. Nas redes sociais, virou alvo certo dos torcedores.

– Todo atacante passa às vezes por um momento complicado. Eu achei que ele se esforçou bastante, correu, lutou, batalhou, achou espaço. Infelizmente ele não conseguiu fazer o gol e saiu triste. Ele queria fazer o melhor no aniversário dele (no dia do jogo). É uma pessoa bacana, muito emotivo, vive na emoção, já conversamos com ele, é um grande jogador. Tem a nossa confiança.

GE