X

Notícias

Justiça do DF decide que psicólogos podem tratar homossexualidade

Justiça, Notícias
-
18/09/2017 14:15

Em caráter liminar, a Justiça do Distrito Federal permitiu que psicólogos tenham a possibilidade de tratar pessoas LGBT como "doentes"

Foto: iStock/ zadirako
Legenda da foto

O século 18 é agora. Em caráter liminar, a Justiça do Distrito Federal permitiu que psicólogos tenham a possibilidade de tratar pessoas LGBT como “doentes” e, ainda, possam fazer as chamadas “terapias de reversão sexual”, sem que sofram qualquer tipo de censura por parte do Conselho Federal de Psicologia (CFP). As informações são da Veja.

Em 1990, a Organização Mundial de Saúde (OMS) deixou de considerar a homossexualidade como “doença” e, desde então, esse tipo de “tratamento” para pessoas LGBT é proibido por meio de uma resolução editada pelo CFP. O órgão, inclusive, irá recorrer da decisão.

Entenda a resolução

A decisão de “voltar ao século 18” veio do juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, que acatou em partes um pedido de liminar de ação popular que requeria a suspensão da resolução 01/1999, em que se estabelecem as normas de condutas dos psicólogos no tratamento de questões envolvendo orientação sexual.

Apesar de manter a resolução, o juiz determinou que o CFP não impeça psicólogos de promoverem estudos ou atendimento profissional pertinente à “reorientação sexual”.

Mais uma vez, o Brasil retrocede na questão dos direitos à população LGBT. Uma pena!

Catraca