X

Notícias

Kriptacoin: mais dois carros de luxo ligados a suspeitos de venda de moeda virtual falsa são apreendidos

Notícias, Policial
-
30/09/2017 10:42

Ferrari é avaliada em R$ 1,2 milhão, e Porsche, R$ 700 mil. Polícia do DF prendeu 11 pessoas por esquema. Grupo teria movimentado R$ 250 milhões desde janeiro e feito 40 mil vítimas

Ferrari apreendida com supostos envolvidos com a moeda virtual falsa Kriptacoin (Foto: Polícia Civil do DF/Divulgação)
Legenda da foto

Mais dois carros de luxo – uma Ferrari avaliada em R$ 1,2 milhão e um Porsche avaliado em R$ 700 mil – foram apreendidos por policiais civis do Distrito Federal que investigam um esquema de pirâmide financeira envolvendo uma falsa moeda virtual, batizada de Kriptacoin. Desde o dia 21 de setembro, quando a corporação desarticulou a organização criminosa, 11 detidas foram presas. Uma delas conseguiu converter a prisão preventiva em domiciliar nesta sexta (29).

Para a polícia, os carros pertencem a um dos líderes do suposto esquema, Ewerton Marinho. A Ferrari estava em uma concessionária de veículos de alto padrão em Goiânia e deve ser leiloada para o ressarcimento das vítimas do golpe. Até o momento, 200 pessoas já registraram boletim de ocorrência contra a Kriptacoin. A estimativa é de que a empresa movimentasse R$ 12 milhões por mês desde janeiro, quando foi criada.

Na última semana, uma Lamborghini avaliada em R$ 1,8 milhão também foi apreendida. Além disso, um avião comprado por um dos donos da empresa que vendia a falsa moeda, a Wall Street Corporate, também foi encontrado. A aeronave teria sido adquirida, segundo fontes da TV Globo na Justiça, por R$ 3,6 milhões obtidos com o esquema de “pirâmide financeira”.

G1