X

Notícias

Messi encerra “jejum” contra o Chelsea na Champions e põe fogo para jogo de volta das oitavas

Esportes, Internacional
-
21/02/2018 09:13

Craque argentino estava há oito jogos sem marcar contra os Blues na competição e deixou tudo igual na partida de ida, no Stamford Bridge 1 a 1

VAVEL.com
Legenda da foto

O brasileiro Willian tinha tudo para ser ‘o cara’ do duelo entre Chelsea e Barcelona em Stamford Bridge, na noite fria de Londres dessa terça-feira (20 de fevereiro), pelas oitavas de final da Champions League. O meia revelado pelo Corinthians acertou duas bolas na trave e marcou um belo gol. Mas, um erro juvenil na saída de bola de seu time concedeu a Messi a oportunidade inédita de marcar um gol em cima dos Blues. E o argentino não desperdiçou. O empate de 1 a 1 faz com que os espanhóis joguem até mesmo pelo 0 a 0 no Camp Nou, dia 14 de março. Resta aos ingleses vencer ou arrancar uma nova igualdade na Cataluña com placares acima de 2 a 2. Só a repetição do 1 a 1 leva a definição à prorrogação.

As propostas de Ernesto Valverde e Antonio Conte ficaram bem claras desde os minutos iniciais e também foram bem aceitas pelos jogadores em campo. Os visitantes, como sempre, primavam pela posse de bola. Por outro lado, os donos da casa não faziam questão disso e preferiam ser mais incisivos. Dessa forma, a questão era descobrir quem seria mais efetivo dentro da sua estratégia.

E no primeiro tempo o Chelsea venceu essa disputa. O Barcelona foi para o intervalo com 70% de posse de bola, mas sem levar perigo ao gol de Courtouis, com exceção de uma cabeçada de Paulinho.

Em compensação, o Chelsea finalizou seis vezes, duas deles com Willian em chutes da entrada da área. Na primeira o brasileiro acertou a trave direita. Pouco depois, o poste esquerdo. Ainda deu tempo de Hazard levar muito perigo em um sem pulo da meia-lua.

Na etapa final, o panorama pouco mudou, entretanto, o perigo passou a rondar a área dos ingleses. Suárez por muito pouco não abriu o placar, mesmo isolado entre tantos zagueiros.

Mas o Chelsea tinha um Willian inspirado. Líder técnico do seu time em campo, aos 16 minutos o camisa 22 teve mais uma chance de concluir da entrada da área. Dessa vez foi fatal. A bomba saiu por trás da marcação e entrou no cantinho de Ter Stegen.

A vantagem proporcionou o contra-ataque aos mandantes, algo que ainda não havia aparecido no jogo. Willian ganhou espaço e tudo se desenhou a favor dos Blues. Foi aí que o Chelsea cometeu um erro inesperado e, de certa forma, juvenil.

Ao tentar sair jogando, a forte zaga de Conte cruzou a bola na frente da área e deu um presente para Iniesta. O craque entrou na área com total liberdade e só rolou para Messi. O camisa 10 nunca havia marcado em cima do Chelsea. Aos 29 minutos, esse jejum acabou. De primeira, Messi bateu sem chances para Courtouis e evitou, assim, a derrota do Barcelona na Inglaterra.

Baseado na história deste confronto na Liga dos Campeões, ainda é cedo para criar algum favorito. O Chelsea já eliminou o Barça da principal competição europeia em 2005, 2006 e 2012. Mas, é inegável que o gosto amargo após o apito final nessa terça ficou na boca dos ingleses. Pelo o que mostrou em campo, o resultado ficou de bom tamanho para o Barcelona.

FOX