X

Notícias

Ministério Público entra com ação por improbidade contra ex-prefeito e ex-vereadores de cidade do PR

Justiça, Notícias
-
26/09/2017 09:37

Conforme a promotoria, os três ofereceram empregos públicos a pessoas que os apoiaram na campanha eleitoral de 2013 e, depois de eleitos, garantiram as contratações.

Foto: Reprodução Web
Legenda da foto

A Promotoria de Justiça de Formosa do Oeste, no oeste do Paraná, entrou com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-prefeito na gestão de 2013 a 2016, José Roberto Coco (PT) e dois ex-vereadores: Nilton Pickler (PDT), que também é servidor público, com mandato de 2009 a 2012, e Sérgio Vesco (PT), com mandato de 2013 a 2016.

Conforme o Ministério Público do Paraná (MP-PR), os três ofereceram empregos públicos a pessoas que os apoiaram na campanha eleitoral de 2013. Depois de eleitos, garantiram a contratação, pela prefeitura, de 13 pessoas que os apoiaram nas eleições, apontou a promotoria.

De acordo com o MP-PR, além das contratações em troca de apoio eleitoral, o então prefeito deixou de contratar funcionárias aprovadas em concurso público para zeladora, dando preferência a firmar um contrato de terceirização com uma empresa para oferecer os mesmos serviços que prestariam as servidoras concursadas.

O servidor público, que na época era vereador, intermediou as promessas de emprego e as contratações posteriores, informou o MP-PR. A empresa ficou contratada de 2013 até 2014.

A promotoria entendeu que eles praticaram ato de improbidade administrativa, dado o desvio de finalidade na contratação, que prejudicou os candidatos aprovados em benefício de pessoas que trabalharam na campanha eleitoral dos envolvidos.

Na ação, o MP-PR requer cautelarmente a indisponibilidade de bens dos envolvidos em aproximadamente R$ 94 mil. No julgamento do mérito, pede a condenação dos três às penas da Lei de Improbidade, como pagamento de multa e suspensão dos direitos políticos.

G1