X

Notícias

Negociação com os presos rebelados, continua nessa manhã de domingo

Notícias, Policial
-
21/05/2017 11:39

Rebelião começou na noite de sábado, quando presos do “seguro” foram feitos reféns

Foto: Luiz Carlos Maciel
Legenda da foto

Na manhã deste domingo, 21, por volta das 06h30, equipes do Batalhão de Choque, do 21º BPM e do 3º BPM da Polícia Militar, adentraram na cadeia pública de Francisco Beltrão, onde os presos estão amotinados em uma rebelião, que teve início da noite de sábado, 20, por volta de 18h30.

Uma das primeiras exigências dos rebelados foi a presença da Juíza da Vara de Execuções Penais e do promotor de justiça que estiveram na cadeia, conversaram com os presos, porém não houve acordo.

Durante a noite os presos colocaram colchões, bandeiras e lençóis nos setores de saídas das galerias impedindo a visualização do interior da cadeia.

As negociações recomeçaram na manhã deste domingo, 21, até por volta de 08h30 no entanto, não havia resultado definitivo. O comandante do 5º CRM Coronel Lee, está no comando das negociações. A Rua Tenente Camargo foi isolada na região da cadeia pública.

O Corpo de Bombeiros e Samu foram acionados para o trabalho de prevenção, mas até o momento não há informações de feridos.

A cadeia pública de Francisco Beltrão está com superlotação, estão no local 103 presos. Segundo informações durante sua passagem pela cadeia a juíza autorizou a transferência de 10 para a penitenciária, assim que a situação for controlada.

Por volta das 09h os presos informaram que se entregariam com a presença de uma autoridade da Vara de Execuções Penais, e já está no local o promotor de justiça.

O fim da rebelião pode acontecer a qualquer momento.

PPNews/ Fronteira Online