X

Notícias

Nova operação cumpre 72 mandados de prisão contra suspeitos de ataques em SC

Notícias
-
08/09/2017 11:02

Ação acontece em seis cidades do Litoral Norte e Joinville

Mais de 200 policiais cumprem mandados em 7 cidades (Foto: Luiz Souza/RBS TV)
Legenda da foto

Polícia Civil deflagrou nesta sexta-feira, 8, uma nova operação, nomeada Hidra de Lerna, contra suspeitos de ataques em Santa Catarina. Mais de 200 policiais cumprem 72 mandados de prisão e 57 mandados de busca e apreensão em Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras e Joinville.

Na quinta, 7, a Operação Independência, prendeu 18 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques cometidos em Santa Catarina desde 31 de agosto. Ao menos seis entre os 18 são mulheres de detentos, conforme a polícia. Ao total foram cumpridos 42 mandados de prisão, desses, 29 suspeitos já estavam detidos no sistema prisional.

Na madrugada, um suspeito foi detido em Florianópolis, mas, conforme a polícia, esta prisão não faz parte da operação.

Desde 31 de agosto, ao menos 23 cidades foram alvo de ataques criminosos. Bases da PM, delegacias, órgãos estaduais e municipais e casas de policiais foram atingidos, em mais de 50 ocorrências. Veículos também foram incendiados.

Operação Hidra de Lerna

A ação desta sexta-feira é coordenada pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú.

“A Operação Hidra de Lerna remete a mitologia grega, em que Hidra de Lerna era um monstro, filho de Tifão e Equidna que possuía várias cabeças, e ao cortar uma delas, outras duas nasciam em seu lugar. A atuação desta facção também se dá com o surgimento de novas cabeças quando se ataca apenas os executores que são facilmente substituídos”, informou a Polícia Civil, em nota.

G1