X

Notícias

Palmeiras passa o São Paulo e reassume liderança na média de público pagante

Esportes, Nacional
-
26/05/2017 10:32

Verdão é o único clube com média superior a 30 mil espectadores por jogo. Dois rivais paulistas vêm logo atrás

Foto: Reprodução
Legenda da foto

Destaque negativo fica por conta do Atlético-MG, que caiu quatro posições.

Atual campeão Brasileiro, o Palmeiras continua com um elenco forte e competitivo na temporada deste ano com as aquisições de reforços como Guerra, Borja e Felipe Melo. Apesar de não ter conquistado o Paulistão – foi eliminado na semifinal pela Ponte Preta -, o clube segue sendo considerado favorito nas demais competições que disputa como a Taça Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil.

Com a saída do técnico Eduardo Baptista após a derrota fora de casa para o Jorge Wilstermann, pelo torneio continental, e o retorno do vitorioso treinador Cuca, a confiança dos torcedores aumentou ainda mais. Se a equipe realmente vai conquistar títulos, o tempo vai dizer. Independentemente dos resultados em campo, o clube só não pode reclamar da falta de apoio da torcida. Prova disso é que o Alviverde reassumiu a liderança do ranking de média de público pagante no futebol brasileiro em 2017, ultrapassando o São Paulo, que estava em primeiro lugar desde o fim de março. Elaborado pelo GloboEsporte.com, o levantamento analisa o desempenho dos 60 clubes das Séries A, B e C do Brasileirão nos confrontos disputados em casa.

Além de voltar ao topo, o Verdão é o único clube com média de espectadores superior a 30 mil pagantes (31.204). Apesar de apresentar uma performance irregular e do ambiente turbulento que ronda o Morumbi na primeira experiência do ex-goleiro Rogério Ceni como técnico, o Tricolor Paulista está na segunda colocação, com média de 29.346 espectadores por jogo. Na sequência aparece outro clube paulista, o Corinthians, que manteve o terceiro lugar em relaçao à última parcial divulgada. Em cada uma das 13 vezes que o Timão atuou no seu estádio, cerca de 27.700 pessoas pagaram ingresso.

Apesar de registrar os quatro maiores públicos pagantes do ano – final do Carioca contra o Fluminense (58.399), além dos três duelos pela fase de grupos da Taça Libertadores contra Universidad Católica (54.555), San Lorenzo (54.052) e Atlético-PR (53.389), respectivamente, na média o Flamengo é apenas o quarto (24.749), mesmo tendo o mando de campo em 16 oportunidades. No entanto, o Rubro-Negro subiu uma posição ao superar o Botafogo.

Confira o público nos estádios do Brasil em 2017

Atualmente em quinto lugar, com média de 16.836 espectadores por jogo, o Glorioso também deve seu bom desempenho ao apoio que recebeu dos torcedores na principal competição do continente. Além da estreia contra o Colo Coco (34.424), os alvinegros marcaram presença em grande número diante de Barcelona de Guayaquil (31.435), Nacional de Medellín (30.813), Olimpia (28.601) e Estudiantes (28.176).

O Atlético-PR, por sua vez, subiu duas posições, passando da oitava para a sexta colocação (16.818). Neste período, o destaque ficou por conta do confronto contra o Flamengo, pela Libertadores. Na ocasião, 33.463 pessoas foram conferir a vitória do Furacão por 2 a 1, na Arena da Baixada. Outros dois clubes também melhoraram suas posições: o Cruzeiro, que passou de nono para sétimo (16.682), e o Internacional, que saltou do 10º para o oitavo lugar (15.310).

Fechando o top 10 aparece o Atlético-MG, clube que apresentou a maior queda ao perder quatro posições – era sexto e agora é o 10º, com média de 15.280 pagantes por jogo. Tal desempenho abaixo do esperado pode ser explicado pelo fato de o Galo ter jogado 12 dos 13 jogos como mandante (92,3 %) no estádio Independência, que comporta atualmente pouco mais de 23 mil pessoas.

Mesmo com o ótimo público (40.738) que compareceu à Arena Fonte Nova para conferir o título da Copa do Nordeste após vitória sobre o Sport por 1 a 0, o Bahia ainda não entrou no grupo dos 10 primeiros. Em 14 partidas como mandante (10 na Fonte Nova e quatro em Pituaçu), o Tricolor de Aço teve média de 13.992 torcedores por jogo, ocupando a 11ª posição.

GloboEsporte/Fronteira Online