X

Notícias

Polícia Federal e Receita fazem operação de combate ao câmbio ilegal de moedas estrangeiras

Notícias, Policial
-
28/09/2017 15:37

Ação deflagrada na manhã desta quinta-feira, cumpriu 33 mandados judiciais em Foz do Iguaçu; duas pessoas foram presas preventivamente

Foto: Reprodução G1
Legenda da foto

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram na manhã desta quinta-feira, 28, uma operação de combate ao câmbio ilegal de moedas estrangeiras em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. A ação, batizada de Confraria Cataratas, cumpriu 33 mandados judiciais.

Duas pessoas foram presas temporariamente e duas conduzidas coercitivamente para prestar depoimento na delegacia da Polícia Federal. Os agentes cumpriram ainda 29 mandados de busca e apreensão.

Os investigados devem responder pelos crimes de gestão temerária e de contabilidade paralela, o chamado caixa 2.

Segundo a Receita, as investigações iniciadas em 2016 tiveram como foco agências de câmbio e turismo com autorização provisória para operar no mercado de câmbio em Foz do Iguaçu e que comunicavam ao Banco Central a maioria das operações de compra e venda de moedas estrangeiras.

Em 2009, as agências investigadas reuniram-se e solicitaram ao Banco Central autorização para a criação de uma corretora de câmbio em Foz do Iguaçu com o nome “Cataratas Corretora de Câmbio S.A”. O pedido, no entanto, ainda não foi julgado, mas as agências vêm atuando irregularmente desde então.

Ainda conforme a Receita, a legislação estabelece que, independentemente do valor da operação de câmbio, qualquer agente autorizado a comprar e vender moeda estrangeira deve identificar os seus clientes e registrar todas as operações no Sistema Integrado de Registro de Operações de Câmbio (Sisbacen). As exigências, no entanto, não eram cumpridas pelas agências investigadas.

G1