X

Notícias

Polícia Militar realiza operação de combater ao contrabando de madeira da Argentina

Notícias, Policial
-
15/05/2017 15:34

Operação foi desencadeada na manhã desta segunda-feira, no interior de Guaraciaba e São José do Cedro

Fotos: Divulgação PM
Legenda da foto

Policiais Militares de São José do Cedro e Guaraciaba em parceria com a Polícia Ambiental de São Miguel do Oeste, desencadearam na manhã desta segunda feira, 15, uma operação de combate ao contrabando de madeiras nativas provenientes da Argentina.

A operação foi levada a cabo no interior dos Municípios de Guaraciaba e São José do Cedro, os quais fazem divisa com um parque ecológico da Argentina, onde segundo denúncias, criminosos movidos pela ganancia de lucro fácil, estavam extraindo ilegalmente madeira nativa do parque, transportando para o Brasil, onde a mesma era beneficiada e vendida.

Sendo assim na manhã desta segunda, durante a operação os policiais flagraram na Linha Aurora, interior de São José do Cedro, o local, às margens do Rio Peperi, onde os bandidos estavam beneficiando clandestinamente as madeiras provenientes do país vizinho. Ao avistarem a aproximação da PM, os criminosos fugiram para a Argentina.

Na propriedade os policiais encontraram, as margens do rio, uma serraria móvel, oito unidades de tora, além de certa quantidade de madeiras costaneira, já serradas.

A Polícia Militar Ambiental, tomou as medidas pertinentes ao caso no local, inclusive a responsabilização do proprietário do local onde o crime se concretizava, bem como, irá dar prosseguimento aos trabalhos visando identificar e responsabilizar todos os envolvidos, inclusive, as pessoas que adquiriam a madeira de forma ilegal.

Vale destacar que as equipes Polícia Militar irão dar continuidade a operações como essas, inclusive, com o apoio de forças de segurança argentinas, e, solicita as pessoas que tenham conhecimento da prática de qualquer crime ambiental, caça ou extração de madeira, que façam denuncia acerca do crime, sendo garantido o anonimato.

A natureza agradece.

PM/ Fronteira Online