X

Notícias

Renato diz que tirou Lincoln das “férias” e blinda jogador de vaias: “Exageradas”

Esportes, Nacional
-
21/08/2017 11:32

Treinador do Grêmio, porém, admite que promessa de 18 anos não foi bem em chance recebida e afirma que é o momento para ele aproveitar as oportunidades

Lincoln foi vaiado ao ser substituído (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)
Legenda da foto

Promessa da base com reconhecido potencial a ponto de impressionar Felipão, o jovem Lincoln ainda não deslanchou no Grêmio. Deixou o campo no empate em 0 a 0 com o Atlético-PR, no último domingo, sob vaias, consideradas exageradas pelo técnico Renato Portaluppi, e sem fazer uma boa atuação. Conta, porém, com o respaldo do comandante, que diz que o tirou das “férias” no profissional e aposta no meia.

Lincoln está nos profissionais desde 2015. Foi alçado ao grupo principal com apenas 16 anos após impressionar Felipão, calejado e experiente, em um treinamento. Mas nunca conseguiu ter a sequência de jogos desejada como titular, nem se destacou a ponto disso. Fez um bom início de 2016, mas sucumbiu no segundo semestre. Quando, segundo Renato, estava “de férias” no grupo principal, sem perspectivas de ser aproveitado.

– Nós chegamos aqui, o Lincoln estava no profissional desfilando. De férias. Não pode acontecer. Quando o garoto vem para o profissional, o treinador tem que lapidar, corrigir os defeitos e ir soltando aos poucos. O Lincoln vem recebendo oportunidades, é um garoto de talento. As vaias foram exageradas. A equipe do Grêmio não jogou bem, mas foram exageradas. Tem um futuro muito gande. Converso muito com ele. A gente não vai formar um garoto da noite para o dia. Eles têm tido oportunidades. Os jogadores mais jovens precisam aproveitá-las. Hoje ele jogou, não foi tão bem. Tem nos ajudado – avaliou Renato.

O meia foi substituído no segundo tempo, logo após errar um passe que irritou Renato. Recentemente, também viu nascer o filho Lincoln Jr., motivo pelo qual foi liberado de alguns jogos. Como sua esposa já perdeu um filho, o jogador acompanhou de perto o fim da gestação.

– As oportunidades estão aí para ele. Não só para ele. Futebol é uma bola de neve, principalmente num grupo forte como o do Grêmio. Sempre que tiver oportunidades, tem que aproveitar. Futebol é momento. O Lincoln tem que aproveitar até o momento dele. Deixei ele fora para acompanhar o nascimento do filho dele. Ele está recebendo em dia, joga num time campeão do mundo. É jogar livre, leve e solto. O momento é esse – sentenciou o treinador.

Após o empate contra o Atlético-PR, o Grêmio se reapresenta na tarde desta segunda-feira, no CT Luiz Carvalho. O clube gaúcho volta a jogar na quarta-feira, na semi da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, no Mineirão. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é só no dia 2 de setembro, contra o Sport.

GE