X

Notícias

Rio Uruguai está nove metros acima do nível normal e famílias ribeirinhas começam a retirar móveis

Geral, Natureza, Notícias
-
31/05/2017 11:07

As balsas de Itapiranga e Mondaí, que fazem ligação com o Rio Grande do Sul, não estão operando

Foto: Evandro Maraschin/ Rádio Porto Feliz
Legenda da foto

O Rio Uruguai atingiu nove metros acima do normal no final da manhã desta quarta-feira em Itapiranga e algumas famílias começaram a retirar móveis de casas de camping próximas ao rio e também de algumas casas que ficam em regiões mais baixas.

De acordo com informações dos Bombeiros conforme o rio vai subindo são comunicadas as famílias em área de risco. Quatro pontes já foram interditadas nas linhas Dourado e distrito de Sede Capela. No entanto há outros acessos.

As balsas de Itapiranga e Mondaí, que fazem ligação com o Rio Grande do Sul, não estão operando.

Os bombeiros também monitoram a vazão da usina Foz do Chapecó e do Rio Chapecó, pois oito horas depois esse volume chega em Itapiranga. No início da manhã desta quarta-feira o volume estava em 17 mil metros cúbicos por segundo, seis mil a mais do que no final da tarde de ontem.

– Nossa maior preocupação é com a tarde desta quarta-feira e madrugada de quinta-feira, pois há previsão de mais chuva no Estado – afirmou o comandante dos bombeiros de Itapiranga, sargento André Rauber.

A previsão é de que o rio Uruguai passe dos dez metros na tarde desta quarta-feira. A partir dos 11 metros o rio começa a atingir as residências.

Em 2014 o rio Uruguai subiu 14,5 metros e atingiu 91 famílias, 83 estabelecimento comerciais, e 25 prédios públicos.

Em São Carlos a água do Rio Uruguai já começou a invadir o balneário de Pratas e uma casa de veraneiro foi alagada.

O sargento Valter Luciano Hüning, comandante do Corpo de Bombeiros de São Carlos, disse que foi realizada uma reunião da Defesa Civil há previsão de que a vazão da Foz do Chapecó vai chegar a 20 mil metros cúbicos por segundo e por isso 17 famílias serão retiradas.

Houve também um deslizamento na SC 283, na linha São Paulo, em Seara, no acesso a Arvoredo e Chapecó. O tráfego está em meia pista.

DC/ Fronteira Online