X

Notícias

Willian ainda crê em título do Palmeiras: “Temos de fazer a nossa parte”

Esportes, Nacional
-
21/09/2017 09:44

Artilheiro do Palmeiras na temporada, com 15 gols, o atacante Willian concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, na Academia de Futebol. Entre os assuntos abordados, o jogador falou sobre chance de título, a nova meta de pontos de Cuca e sua fase no time.

Willian Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)
Legenda da foto

Artilheiro do Palmeiras na temporada, com 15 gols, o atacante Willian concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, na Academia de Futebol. Entre os assuntos abordados, o jogador falou sobre chance de título, a nova meta de pontos de Cuca e sua fase no time.

Suspenso na vitória contra o Coritiba, Willian pode voltar ao time titular no próximo domingo, diante do Fluminense, às 16h, no Maracanã. Esse é o segundo jogo dentro da meta de seis partidas de Cuca, fundamentais para a sequência no Brasileiro.

– Cuca é um cara inteligente, cria essas metas. Nosso objetivo é viver jogo a jogo. Tínhamos tudo para vencer o Atlético-MG (empate por 1 a 1), conseguimos vencer o Coritiba (1 a 0). É um Jogo difícil, mas temos totais condições de fazer um grande resultado no Maracanã – afirmou.

O pensamento no Palmeiras, como mostrou Willian, é de que o time precisa fazer a sua parte para tentar alcançar o líder Corinthians, que está 13 pontos na frente. Faltando 14 rodadas, o Verdão ainda tem um confronto direto na casa do arquirrival.

– Temos condições para isso. Tem de ser realista, o Corinthians até o momento tem feito um campeonato muito regular, mas temos de fazer a nossa parte. Estamos nos aproximando do segundo e do terceiro, vamos criando força. Vamos viver a cada jogo, viver nossas metas e objetivos na competição. Vamos fazer a nossa parte e tentar ser regular o máximo possível – disse.

Com 15 gols em 44 jogos, Willian é o artilheiro do Palmeiras nesta temporada. Além da artilharia, o atacante é o segundo jogador de linha que mais atuou no ano, ficando atrás apenas de Róger Guedes. Ao ser questionado se essa é a melhor fase de sua carreira, o atleta disse que sim.

– Não esperava ter um resultado assim desses gols, até porque eu vim para jogar nessas duas funções, de falso 9 e pelas laterais. Claro que para atacante é especial, te dá segurança e te mantém bem na equipe. Eu sabia da dificuldade que ia ter quando cheguei, mas não desacreditei. Fui muito feliz, nos treinamentos tentei dar meu melhor.

Treino lúdico desta quarta-feira
– É importante. Um trabalho diferente que já fizemos outras vezes. Envolve a parte competitiva. Ao mesmo tempo essa alegria que tivemos hoje e é competição. O trabalho em si era finalização, tinha objetivo com responsabilidade, mas criando a competição. É importante. De vez em quando ele (Cuca) cria esses trabalhos. Tem alegria, mas a responsabilidade é a mesma.

Qualidade do Cuca no treino
– A qualidade dele é grande, não é puxando sardinha para ele. Ele consegue dominar, pega bem na bola. Não vi ele atuando, de vez em quando aparece uns gols dele na TV. Era um jogador de qualidade. Quando reúne com a idade dele deve fazer a diferença. Pela qualidade que mostrou teria espaço, sim (risos).

Ataque titular no domingo
– Estou voltando de suspensão, mais o importante é que o Cuca tem todo mundo à disposição. Importante é estar todo mundo bem, cabe ao Cuca decidir. Uma semana cheia para trabalhar depois de uma vitória. Todo mundo está se sentindo importante, todos têm de estar bem preparado para poder ajudar.

Arbitragem de vídeo
– Tem de ser uma coisa bem preparada para ser bem organizada. Não deve ser fácil. Na Europa o pessoal estuda há bastante tempo. Tudo o que for bom para o futebol temos de aceitar e entender, desde que não prejudique nenhuma equipe.

GE